quinta-feira, novembro 04, 2010

Entrega


Abri para ti as comportas do meu rio,
e te deixei nadar, se refrescar, 
explorar as águas mais profundas, 
como um semi-deus delinquente, 
indecente, inconsequente...
Por um momento explodiu nosso
amor sob o sol (onde não há nada
que se possa esconder) e, te vi
completamente despido, 
vulnerável, exposto.
E só por esse instante consegui
pousar bem raso, no fundo do 
teu coração.

17 comentários:

  1. A verdadeira nudez: a da alma.

    Lindo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. eu te ouvi (reclamando de calotes na EU TENHO UM BLOG huahua) e vim ver o que tinha aqui.

    gostei do poema, muito livre e bonito. me fez imaginar o amor de dois deuses.

    tô seguindo =]

    ResponderExcluir
  3. Não há nada mais prazeroso que entregar-se totalmente ao amor...

    Lindo, Dielma!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema.
    Senti a fotografia sentimental desse momento

    ResponderExcluir
  5. Hummmm
    Alguem voltou...e bem apaixonada!
    Bom ler de novo suas dádivas d' alma!

    :)

    ResponderExcluir
  6. Belos versos puros e verdadeiros. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  7. Intenso e ao mesmo tempo suave. É difícil pousar no fundo do coração de alguém, ainda mais se é uma pessoa fechada. Por um instante, parece-nos que tudo fica claro. É uma pena que esse instante de descoberta não dura para sempre.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Quando despimos de tudo, fica transparente o nosso ser... O amor faz isso.

    ResponderExcluir
  9. adorei o blog!
    lindos poemas!
    seguindo;)

    http://falandosobreall.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Dielma, Dielma, o tempo passa, eu dou uma sumida, e quando volto, olha só com que me deparo: mais um lindo poema, onde você despe-se completamente. Impressionante como você tem coragem de gritar para o mundo que é, foi, está sendo, ou será feliz. Cada momento, cada sensação, é mostrada com a intensidade de ser única. Você é assim: transforma cada momento em algo singular, e por mais que cada um de nós já tenha vivido algo semelhante, você consegue fazer o seu momento, mesmo igual a tantos outros vividos por qualquer pessoa, uma coisa sem igual! Quem bom que você "abre as comportas" porque assim eu posso mergulhar um pouco nesse manancial de sentimentos bons!

    Finalmente peguei meus selos!

    E se puder, dê uma olhada num site que estou escrevendo...

    Assim como seu blog, "alguém me ouviu"

    Bjs

    www.nacaoverdeerosa.com.br

    ResponderExcluir
  11. Dielma,
    descobri o seu blog por meio de uma comunidade no orkut!
    Me encantei com seus escritos! Está de parabéns!

    Áh... já estou te seguindoo! :)


    http://entrelinhasepalavrass.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. www.preguicaalheia.blogspot.com

    Parabéns pelo blog.. entra no meu e se gostar pode seguir!!

    ps.: estou te seguindo!

    Abraço,
    P.A.
    _______________________________
    www.preguicaalheia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Lindo, leve e agradável , sentimentalismo puro
    Te seguindo
    http://medicinepractises.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Você, como sempre tão intensa nas palavras, na forma como escreves... Por isso te acho merecedora de ganhar o selo:"Blog digno de ser lido"

    Passa lá para pegá-lo. Espero que goste!
    Super beijo, querida Dielma!

    http://emsimplespalavras.blogspot.com/p/selos.html

    ResponderExcluir
  15. Olá! Gostei muito do Seu Blog! Parabéns!
    Já estou lhe seguindo, e aproveitando para divulgar
    os meus sites...
    Abraços!
    Siga-me,
    Tem sorteio de Natal por lá!
    http://www.martas-bgfs.com
    http://www.brilhosgifs.com

    ResponderExcluir
  16. Realmente, é divina sua poesia.
    Os tons como as palavras soam
    são tão belos seus sonidos.
    Que eu somente poderia dizer
    Parabéns!

    http://oromanticodiario.blogspot.com/2011/02/aonde-anda-esse-tal-de-sentimento-numa.html

    ResponderExcluir

Template by:
Free Blog Templates