quarta-feira, setembro 15, 2010

Reflexos


Me olho no espelho e,
por um minuto, vejo o mar revolto,
encrespado, quase a me chamar...
dou um mergulho profundo, mas
logo volto à tona prá poder respirar.

Paro por mais um instante,
e percebo que, o que vejo refletido é
nada mais do que o clarão
da minha mente vazia,
que só se preenche quando encontra
algum vestígio da tua presença.

18 comentários:

  1. .

    Lindo, como tudo por aqui!

    Presença da ausência...

    Às vezes é a única coisa que nos preenche.


    Beijo grande!

    .
    .

    ResponderExcluir
  2. O amor chega e faz bagunça dentro de nós e quando vai, ainda está.

    Lindo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Muito bela a tua poesia. Eu tenho um post semelhante, mas o que eu vejo é um abismo. Eu também levo muito calote nessas comunidades. Eu não sei escrever poesias =/

    ResponderExcluir
  4. É aquela pequena lembrança, de um amor, que cria esse mar.
    Mergulhar nele pode ser bom, e ao mesmo tempo pode ser uma das piores coisas.
    É incrível como algo tão pequeno pode criar algo tão grande, preencher um vazio, e mesmo assim logo ele se vai. E não há mais nada a refletir, e voltamos ao vazio de nossa mente, o reflexo do nada.
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Dificil definir esse sentimento, linda.
    Ele é culpado (?) por tantos mares imaginários que aparecem em momentos inusitados nossos...
    Mas é uma delícia usufrui-lo.
    Sabes bem disso
    :)

    ResponderExcluir
  6. que delicia seu blog esta e os versos que completa e cria um imagem nítida na frente do leitor, aos pouco tornarei d aqui

    ResponderExcluir
  7. Oie tudu bom? O blog de cara nova heim, ficou bem legal!

    Passa no meu blog. Tem selo pra você!


    bjusss e até mais!

    ResponderExcluir
  8. belas palavras...sentimentos...na escrita...

    ResponderExcluir
  9. Muito bom!
    parabens!
    e n tinha visto vc me passar o selo! malz!
    minha cabeça sempre nas nuvens!
    vc é sempre bem vinda la no papo gauderio!

    ResponderExcluir
  10. Bom seria se nos mergulhássemos em nós mesmos sempre.
    Valeu pela visita.

    ResponderExcluir
  11. Lindo, emocionante e profundo.
    Parabéns!

    http://poisonmandyfpb.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi...muito legal seu blog, parabéns continue sempre assim...sempre to entrando e dando uma olhadinha...:D
    To te seguindo,poderia seguir meu blog também?

    http://www-cinemagico.blogspot.com/

    Obrigado...

    ResponderExcluir
  13. Esse poema merece como fundo musical, a canção do Paulinho da Viola "Onde a dor não tem razão".

    "Canto...pra dizer que no meu coração...
    Já não mais se agitam as ondas de uma paixão,
    ele não é mais abrigo de amores perdidos,
    é um lago mais tranquilo, onde a dor não tem razão..."

    Você ainda vai cantar isso com um sorriso, acredite!

    Abração

    http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. isso é o que podemos chamar de amor...

    lindo o poema.

    ResponderExcluir
  15. Muito romantico...^^

    Queria conseguir ser romantica assim, sem ser tragica...

    http://realidadelivrosesonhos.blogspot.com/
    Acabei de postar a primeira parte de um conto... De sua opinião...

    ResponderExcluir
  16. Foram palavras profundas e claras, muito bem colocadas.
    Parabéns pelo blog!

    Abraços.
    Outra Xícara de Chá

    ResponderExcluir
  17. Olá..

    Lindoo e profundoo!
    Parabéns pelo blog!
    Beijao

    ResponderExcluir

Template by:
Free Blog Templates