terça-feira, fevereiro 22, 2011

Fragmentos


A quietude absoluta do luar, dissolvendo nuvem e
campo e lamaçal, em abstrações de perfeita paz...

**************************************
Parar e contar todos os sons; parar e ver todas as
pedras; parar e deixar que penetre o vento.
Parar e não ter que ser alguém...

**************************************
Sempre assim: aberta e atenta, vazia e disponível,
humana e viva.
Esperando (sem propósitos), pronta (sem desejar),
existindo (sem necessitar).

sexta-feira, fevereiro 18, 2011

Quem não gosta??



Ganhei esses mimos das minhas queridas amigas Aline e Joyce
Obrigada, meninas! Simplesmente adoreeiii.
E como eles são muito femininos, 
vou repassar para algumas amigas blogueiras.

Millena, do Saúde e Companhia
Ceceu, do Blog Ceceu Fernandes
Pérola, do Soltando Linhas
Fran, do Meu Mundinho

Podem dar uma conferida, são todos blogs de atitude!

terça-feira, fevereiro 01, 2011

Delírio

http://3.bp.blogspot.com/_AHcc73RXQGs/RlxwYRBTECI/AAAAAAAAAAM/YhKPXZd1Esk/s400/olho%2520de%2520borboleta.jpg

Passo horas, revolvendo meus porões...
vasculhando meus escombros, à procura
de sonhos. Tudo em vão...já não os tenho!
Assim fico em silêncio, nas madrugadas de papel
rasgado...viro, reviro, rolo na cama...

Por hora me bastam meus delírios...
Minha vida foi feita de parceria com
o inacessível.
Se eu desejar alguma coisa, terá de ser
agora, por que tudo se transforma, num
instante, e...amanhã não terei mais tempo.

Template by:
Free Blog Templates